Missão – visão por Diácono Renan Félix

Com muita alegria o Diácono Renan Félix, grande amigo de nossa comunidade,  responde a perguntas feitas por nossa equipe da Pascom.

 

Pascom:  O que é ser missionário para você?

Diácono: Ser missionário é ter possibilidade de levar a palavra de Deus onde quer que Ele queira. É muito bonito ver arder no coração esse desejo e esse chamado específico de ser conduzido por Deus onde quer que Ele queira que a palavra Dele chegue. Não só através da pregação, mas através de um testemunho, através de um olhar, através de um sinal. E para isso muitas vezes não é necessário nem mesmo sair do país. Como o Papa Francisco gosta de dizer, existe tantas periferias existenciais na nossa vida, na vida do povo que precisam ser atingidos, é preciso ter coragem de chegar até elas. Então, no meu coração ser missionário é isso é levar a palavra de Deus onde ela naturalmente não chegaria, levar não somente na pregação, mas através de um testemunho, através de de um olhar.

 

Pascom: Como foi o chamado de Deus para a sua missão?

Diácono: O chamado de Deus para vida missionária aconteceu exatamente junto com o chamado para a vida comunitária na Canção Nova, quando Deus tocou no meu coração e disse e me fez entender a vontade Dele para a minha vida, eu já fui chamado para a minha vida em comunidade.  Na comunidade Canção Nova trazia e importava esse caráter missionário, e isso que me encanta; a possibilidade de poder rodar por culturas, por povos, por estados, por países levando o nome de Jesus Cristo. Então, foi dessa forma que o chamado aconteceu na minha vida, quando Deus me disse, falou em meu coração que Ele queira de mim e Ele também me disse como. E foi muito bonito porque a experiência foi de descoberta aquilo que até então não imaginava se encaixou tão bem na minha vida como se na minha vida inteira eu buscasse por aquilo ali sem saber. Então, foi dessa forma que Deus tocou no meu coração e disse, você nasceu para ser missionário.

 

Pascom: Conte como testemunho para nós um momento marcante como missionário que se alegrou e confirmou que está no caminho certo.

Diácono: São muitas as experiências que graças a Deus nós vivemos na vida missionária, mas posso dizer que uma coisa que sempre confirma a vontade de Deus na minha vida, nessa vida como missionário é toda vez que encontro um olhar sedento pela palavra de Deus, toda vez que eu encontro alguém onde quer que seja, qualquer lugar do Brasil que seja pode ser até mesmo muito perto de mim, pode ser fora do paí, mas quando encontro aquele olhar sedento pela palavra de Deus, que é capaz de se emocionar ouvindo a palavra de Deus, que é capaz de se encantar ouvindo a palavra de Deus, ai eu vejo vale a pena. Estou no caminho certo porque se fosse só por causa daquela pessoa, uma viagem de horas, um rodar por outro lado do país, por outro lado do mundo, só por causa daquela pessoa valeria a pena. Só aquela  pessoa valeria porque é a alma dela que está em jogo. Então, cada vez que encontro um olhar sedento de desejo pela palavra e de ser evangelizado isso sim me faz entender que nasci para isso. Que estou no caminho certo.

 

Pascom: Como pode ser verdadeiros missionários, levar o Evangelho de Cristo para todas as pessoas?

Diácono: A nossa geração é carente de testemunho. E hoje o conceito de missionaridade é muito ampliado. O Papa Bento já dizia sobre isso e o Papa Francisco está repetindo, existem solos de missão muito mais próximos de nós do que a gente imagina. Muitas vezes a gente quer ir para Amazônia, muitas vezes para a África, muitas vezes para a Europa para poder evangelizar. E existem territórios de missão do outro lado da rua, na sua cidade, no seu bairro. Ser verdadeiramente missionário, é ser aquilo que Jesus pediu para que nós pudéssemos ser, homens e mulheres que encarnam a palavra de Deus tal forma nas suas vidas que por onde passam há testemunho. Pode ser que você diga assim: mas eu não tenho o dom da pregação, não tenho o dom da oração, eu não sei falar em público, o testemunho que o mundo precisa é a sua vida configurada a Cristo, então ser missionário, levar o Evangelho de Cristo a todas as pessoas hoje de uma maneira muito concreta, é testemunhar  e viver o Evangelho com radicalidade. Isso sim é um testemunho que o mundo precisa, e isso sim e se vivermos assim é sermos missionários de verdade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *